“O tempo está passando, e tudo está mudando. Nada é como era antes, a não ser, o meu doce amor, o amor que a cada dia que passa se multiplica. Desculpe-me pela grosseria, mas é assim que tem que ser, é assim que é preciso ser. Já cheguei a pensar que o nosso amor não era de ambas as partes, ou era, ou é, não sei. Veja, a dúvida está me corroendo como nunca, as perguntas sem respostas estão sempre me atormentando, e tudo isso está havendo graças a sua idiotice. Querido, o tempo está passando, será que você não vê? Os dias estão voando e as horas, passam sem ninguém perceber, e você está ai, perdendo tempo, e me perdendo… Contraditório, eu sei mais meu amor por ti sempre irá aumentar, mas você não irá sempre saber, e não me terá mais se tudo continuar assim. As palavras antes ditas estão sendo dilaceradas pelo meu cérebro, ou estão apenas sendo guardadas em um local bem reservado, bem aconchegante. Ironia do destino eu ainda te amar descontroladamente, mas amo […] Amo da pior forma possível. Aquela que apesar de tudo, você nunca deixará de amar a pessoa, essa sim é a pior forma possível de se amar. Perdoem-me os amantes do amor, mas ele parece conspirar contra nós, sempre. Desculpe-me por ser dessa forma, eu não queria juro que não, mas não estou tento outras escolhas no momento […] Eu estou perdida nas escolhas, não sei se vou, ou se fico. Se parto para longe de ti, ou se apenas o espero. Está tudo confuso, está tudo tão atormentado, não sei mais o que fazer. Veja só, a dúvida está me atacando novamente, está tomando conta de mim, pela milésima vez na semana. Ah, meu amor, tu estas partindo tudo, de uma forma ou de outra, está. Querendo ou não, mas está. Eu não queria que fosse assim, juro que não, mas não estou tento outra escolha, ou estou e estou não á vendo. Ah, como queria que tu respondesses todas as minhas perguntas, como queria que tudo fosse fácil. Como queria ter-te como antes […] Acho que já fiz minha escolha. Não queria, juro que não, mas está tudo tão difícil no momento, está tudo indo contra o vento, não estou mais aguentando, então, perdoe-me, mas é assim. Estou voltando para a casa querido, sem ti, mas se você correr atrás e pedir, eu vou ficar…“ — (me-m0rda)

“O tempo está passando, e tudo está mudando. Nada é como era antes, a não ser, o meu doce amor, o amor que a cada dia que passa se multiplica. Desculpe-me pela grosseria, mas é assim que tem que ser, é assim que é preciso ser. Já cheguei a pensar que o nosso amor não era de ambas as partes, ou era, ou é, não sei. Veja, a dúvida está me corroendo como nunca, as perguntas sem respostas estão sempre me atormentando, e tudo isso está havendo graças a sua idiotice. Querido, o tempo está passando, será que você não vê? Os dias estão voando e as horas, passam sem ninguém perceber, e você está ai, perdendo tempo, e me perdendo… Contraditório, eu sei mais meu amor por ti sempre irá aumentar, mas você não irá sempre saber, e não me terá mais se tudo continuar assim. As palavras antes ditas estão sendo dilaceradas pelo meu cérebro, ou estão apenas sendo guardadas em um local bem reservado, bem aconchegante. Ironia do destino eu ainda te amar descontroladamente, mas amo […] Amo da pior forma possível. Aquela que apesar de tudo, você nunca deixará de amar a pessoa, essa sim é a pior forma possível de se amar. Perdoem-me os amantes do amor, mas ele parece conspirar contra nós, sempre. Desculpe-me por ser dessa forma, eu não queria juro que não, mas não estou tento outras escolhas no momento […] Eu estou perdida nas escolhas, não sei se vou, ou se fico. Se parto para longe de ti, ou se apenas o espero. Está tudo confuso, está tudo tão atormentado, não sei mais o que fazer. Veja só, a dúvida está me atacando novamente, está tomando conta de mim, pela milésima vez na semana. Ah, meu amor, tu estas partindo tudo, de uma forma ou de outra, está. Querendo ou não, mas está. Eu não queria que fosse assim, juro que não, mas não estou tento outra escolha, ou estou e estou não á vendo. Ah, como queria que tu respondesses todas as minhas perguntas, como queria que tudo fosse fácil. Como queria ter-te como antes […] Acho que já fiz minha escolha. Não queria, juro que não, mas está tudo tão difícil no momento, está tudo indo contra o vento, não estou mais aguentando, então, perdoe-me, mas é assim. Estou voltando para a casa querido, sem ti, mas se você correr atrás e pedir, eu vou ficar…— (me-m0rda)

  1. ifzwarrior reblogou esta postagem de egocentri-c
  2. nossas-escolhas reblogou esta postagem de capitula-se
  3. capitula-se reblogou esta postagem de strayedd
  4. slipp reblogou esta postagem de strayedd
  5. s-trom reblogou esta postagem de strayedd
  6. strayedd reblogou esta postagem de egocentri-c
  7. r-estaurando reblogou esta postagem de umavez-julieta
  8. umavez-julieta reblogou esta postagem de egocentri-c
  9. negooriente-se reblogou esta postagem de egocentri-c
  10. des-ve-lar reblogou esta postagem de egocentri-c
  11. a-utopsia reblogou esta postagem de egocentri-c
  12. onecannotchoose reblogou esta postagem de nostalgia-sem-fim
  13. nostalgia-sem-fim reblogou esta postagem de ad0rmecida
  14. ad0rmecida reblogou esta postagem de egocentri-c
  15. madgirl-needs-thedoctor reblogou esta postagem de egocentri-c
  16. egocentri-c publicou esta postagem
hefck